fbpx

A busca por diminuir as taxas de morbidade e mortalidade na criação de bezerros é fundamental em qualquer sistema de produção, principalmente nos rebanhos leiteiros. As primeiras semanas de vida é o período que demanda maiores cuidados, visto o animal é mais susceptível a doenças infecciosas, inclusive aquelas que causam desidratação (OLIVEIRA; OLIVEIRA, 1996).

A desidratação é um quadro clínico frequente em animais jovens, caracterizado pela deficiência de líquidos, por baixa ingestão e/ou decorrente de sua perda pelas fezes, sendo primordial a rapidez no tratamento (QUIGLEY, 2018). É comum em doenças infecciosas que causam febre e, consequentemente, queda na ingestão de líquidos (inapetência). Entre as enfermidades infecciosas mais comuns temos a diarreia, tristeza parasitária e a pneumonia.

Em decorrência a perda de líquidos, há um desequilíbrio hidroeletrolítico do organismo, ocasionando a acidose metabólica, que é uma situação grave, quando o pH sanguíneo fica mais ácido, devido à perda de determinados eletrólitos (QUIGLEY, 2018).

É muito comum a morte de bezerros em decorrência da desidratação, principalmente pelos acentuados desequilíbrios hidroeletrolíticos e ácido-base, sendo primordial a correção dessas alterações para reduzir os casos de mortalidade (WALKER et al., 1998; NAYLOR, et al., 2006; LORENZ & VOGT, 2007).

Para a hidratação de bezerros se faz necessário o uso de uma solução capaz de repor os eletrólitos perdidos durantes os processos diarreicos. (BITTAR; MIQUEO, 2017). A reidratação oral é a escolha ideal para a reposição hidroeletrolítica, pois é extremamente eficaz e de baixo custo (QUIGLEY, 2018).

A sugestão da J.A para a hidratação oral de bezerros é o uso do Hidralac, repositor hidroeletrolítico concentrado, que contém os principais eletrólitos e a Glicose necessária para reestabelecer a saúde do bezerro desidratado. Sua concentração de eletrólitos é compatível com o que a literatura científica determina para um repositor ideal, inclusive tendo como um de seus principais componentes o Acetato de Sódio, agente alcalinizante ideal para reverter a acidose metabólica com a vantagem de poder ser administrado junto ao leite, ao contrário do bicarbonato de sódio.


Nos acompanhe nas redes sociais!


Autores: M.V. Eduardo Henrique de Castro Rezende

Prof. Dr. José Abdo Hellu

Referências:

BITTAR, Carla Maris Machado; MIQUEO, Evangelina. Hidratação de bezerros acometidos por diarreia. 2017. Disponível em: <https://www.milkpoint.com.br/colunas/carla-bittar/hidratacao-de-bezerros-acometidos-por-diarreia-103981n.aspx>. Acesso em: 07 mai. 2019.

LORENZ, I.; VOGT, S. Investigations on the association of D- lactate blood concentrations with the outcome of therapy of acidosis, and with posture and demeanor in yang calves with diarrhea. Journal Veterinary Diagnosis and Investigation, v,19, n.4, p.392-395, 2007.

NAYLOR, J.M. et al. Advances in oral and intravenous fluid therapy of calves with gastrointestinal disease. In: WORD BUIATRICS CONGRESS, 24., 2006, Nice, Paris. Anais…. Nice: Societé Française de Buiatrie, 2006. p.139-150.

OLIVEIRA, Márcia Cristina de Sena; OLIVEIRA, Gilson Pereira de. CUIDADOS COM O BEZERRO RECÉM-NASCIDO EM REBANHOS LEITEIROS. Embrapa – Circular Técnica. São Carlos, jan. 1996. p. 1-30.

QUIGLEY, Jim. Diarréias em bezerras: Causas e consequências. Leite Integral, Belo Horizonte, p.27-32, 03 abr. 2018. Disponível em: <http://www.revistaleiteintegral.com.br/noticia/essencial>. Acesso em: 07 mai. 2019.

WALKER, P. et al. A reliable, practical, and economical protocol for inducing diarrhea and severe dehydration in the neonatal calf. Canadian Journal of Veterinary Research, v.62, n.3, p.205-213, 1998.

Deixe um comentário